Fico muito feliz quando as pessoas me contam suas histórias. Desde que comecei o Blog, peço aos amigos para me indicarem histórias interessantes, mas essa foi a primeira história que chegou espontaneamente, através da minha página do Facebook, e fiquei muito feliz, principalmente por saber que meu caminho para inspirar as pessoas finalmente começou!

O Nome dela é Daniele Lemos. Foi a fundadora da ARTE NO POTE e hoje é muito feliz no que faz! Dá gosto ouvir o relato dela, sua voz animada e feliz, por tudo que passou e o que conquistou com a ajuda de seu namorido Gustavo.

f383d767-971f-49e4-bad8-4e2e1b949fbb.jpg

“Eu sempre trabalhei no setor administrativo, e sempre dei o meu melhor para as empresas buscando sempre reconhecimento, valorização pessoal, profissional e financeiro, mas faltava alguma coisa. Houve uma época que tentei arriscar com cabelos, pois sempre amei fazer cabelo e iniciei um curso aqui em São Paulo, com o intuito de abrir um salão,  trabalhava durante a semana em uma construtora, sábado ia cedo para o curso depois chegava em casa e cuidava da casa e da minha filha”.

No meio dessa vida tumultuada, veio a separação e ela saiu de casa levando a filha.  Conta que saiu porque sabia que seu ex-marido nunca iria se mexer, pois estava acomodado, e como não conseguia mais viver com ele, resolveu deixar tudo pra trás: marido, casa montada… e voltou a morar com sua mãe temporariamente e começou a avaliar possibilidades.

A vida seguiu e ela continuou seu curso de cabelos. Algum tempo passou e deixou o emprego na construtora. Resolveu arriscar e começou  a trabalhar em um salão, com a ideia de ter a experiência de um para montar o seu próprio salão no futuro. Nessa época, ela conta, ” eu já estava com meu atual namorido, que sempre me apoiou e me deu força”.

Trabalhou durante 8 meses em um salão. Se sentia explorada,  não tinha horário e nem vida, pois trabalhava nos fins de semana e tinha que deixar sua filha com parentes. Decidiu que precisava de um trabalho em que pudesse ter tempo de ser mãe também. Queria acompanhar o crescimento de sua filha.Sabia que tinha que mudar!

14195221_1112045665556783_3601244094859445542_o.jpg

Foi então que recebeu uma proposta de uma amiga que estava revendendo produtos para salão de beleza e a chamou para trabalhar com ela. Disse que parecia uma proposta muito boa e que lhe disse: ” Dani aqui você vai poder dar cursos, vender e terá horário fixo e nunca mais vai trabalhar finais de semana”, e  resolveu sair do seu emprego e agarrar esta oportunidade.

Infelizmente a crise chegou e  como eles estavam começando e  a marca era nova em São Paulo as coisas não foram tão bem e as contas ainda não fechavam para Daniele porque as vendas eram menor do que ela esperava, e tinha que procurar um segundo emprego ou mudar novamente.

13735825_1079809575447059_3063643338932070101_o.jpg

O trabalho dela era realizar visitas em salões de beleza com o intuito de vender cursos e produtos. Foi então que, em pesquisas na internet, conheceu o negócio de  venda de bolo no pote e como estava dando certo para a pessoa, pensou: “porque não aproveitar as clientes do salão e oferecer alguma coisa para elas comerem também?”

12339440_942098982551453_6574988516233852482_o.jpg

Então, com a ajuda do namorido que levava os potes para vender no trabalho, começou uma dupla jornada: continuava na empresa da amiga fazendo as vendas e oferecendo os bolos durante as visitas de dia e a noite preparava os bolos o dia seguinte. Mas com o tempo começou a ver que as vendas, que no início eram boas,  diminuíam dia a dia e a frase que mais escutava passou a ser: “bolo? estou de dieta, não quero engordar”.

Foi então que começou a pensar sobre isso teve a ideia de  fazer “Salada no Pote”. As mulheres vivem de dieta e então começou a pesquisar na internet e viu que era uma coisa nova no Brasil, e que em São Paulo pouca gente estava fazendo. Fez cursos de técnicas de armazenagem e a ler sobre tudo relacionado para começar o novo negócio.

12509833_963969313697753_4239256741559157745_n.jpg

Conversou com seu companheiro e ele decidiu apoiar seu novo negócio. “As vezes o que a gente precisa é de alguém que confie na nossa ideia e que pague as contas da casa enquanto corremos atras dos nossos sonhos. E eu agradeço a ele sempre pela confiança”. E resolveu dar o mais corajoso passo da sua vida e começar a empreender, pela primeira vez não teria nenhum salário fixo, e isso a assustava, pois sempre foi muito precavida, mas ao mesmo tempo estava decidida que era hora de empreender e foi em frente.

Um mês depois que ela começou o negócio, ele foi mandado embora de seu emprego e resolveu abraçar a ideia dela e se juntou a ela para tocar a “ARTE NO POTE”.Se tornaram Microempreendedores, contrataram uma Nutricionista para fazer os primeiros cardápios de saladas e aprenderam muito sobre o valor nutricional de cada alimento usado, e hoje a empresa inova também  com cremes,  molhos e até um bolo integral mais leve para seus clientes preocupados com alimentação saudável. e esta preparando novidades para seus clientes que aumentam dia a dia.

Daniele diz que continua trabalhando fins de semana, porque os clientes compram as saladas e as mantem na geladeira, já que a validade é de 5 dias, e esta sempre preparando novidades.

A história dela mostra sua capacidade de superação e quando pergunto sobre o volume de trabalho ela diz:  “O trabalho é grande, mas nunca tive medo de trabalho e nunca estive tão feliz!”.

14715702_1157629010998448_6462405309390219118_o.jpg

“Hoje a empresa somos só nós dois, ele fica na parte da entrega e compras e eu continuo me especializando, testando e buscando receitas novas. Somos parceiros na vida e no trabalho. Quem sabe um dia você vai ver a franquia da Arte no Pote…se Deus quiser!”. Diz, com esperança no futuro e fé em Deus.

14355739_1133191616775521_7960510550478561179_n.jpg

 

Anúncios