Conheci o trabalho do Ricardo Moura por intermédio da Taniana Rosenda, da Amoli Festas, que conhecia suas ilustrações do mercado de festas infantis. Esse é, verdadeiramente, um ramo cheio de oportunidades para quem é criativo, tem gás e quer empreender.

19146002_1858176157767825_1799545840738071033_n.jpg

No caso do Ricardo, trabalhar com as melhores decoradoras de festas do país foi como “cair de paraquedas” em um solo desconhecido já que ele nunca trabalhou suas ilustrações pensando neste segmento.

Segundo ele, é muito interessante ter os desenhos reconhecidos e espalhados pelo mundo (o Brasil não é seu limite), já que as atividades de ilustrador sempre aconteceram na informalidade. A ascensão do seu trabalho nunca foi, modestamente, algo esperado.

14224811_1731975360387906_6767820966550472186_n.jpg

Seus caminhos profissionais, de fato, não foram trilhados a partir de sua vocação artística. Ele é professor, formado em Matemática e Pedagogia e mestre em Educação. Dirige um colégio estadual no Rio de Janeiro e leciona numa universidade privada como professor dos cursos de Licenciatura em Pedagogia, Ciências Biológicas e Pós-Graduação em Educação.

19224992_1858176344434473_351615791135005911_n.jpg

“Sou um viciado em Educação. Ser professor foi desejo e me vejo ligado ao espaço escolar até o corpo e a mente permitirem [risos]. Talvez, por isso, eu não consiga te responder se desenhar é um Plano A ou um Plano B. Acho que os dois são Planos A. Não há uma importância maior ou menor. Hoje, eu penso em reduzir minha carga de trabalho na Educação para dar conta das ilustrações, mas isso não representa uma diminuição da importância. É uma tentativa de estar em Paz nas duas atividades e conseguir ser um bom “profissional duplo”. Existe isso: profissional duplo? [risos]”

68454c2f-c44f-4197-9274-127a6a388738.jpg

Ricardo é daqueles que nasceram com o dom do desenho. Nunca fez cursos, nunca conseguiu tempo para aprimorar técnicas formalmente, mas sempre desenhou e sempre foi conhecido por desenhar.

“Sempre desenhei para os meus amigos, para a família… Sabe quando você não acredita que mais gente vai gostar daquilo que você faz? Sempre fui assim com relação aos desenhos! Eu achava que tudo o que eu fazia ficaria preso no meu quarto, no quarto dos meus amigos, em Saquarema… [risos]. Foi a minha esposa que, há alguns anos, me incentivou a divulgar alguns materiais nas redes sociais. Ela é a minha melhor amiga e incentivadora. Parece que a ideia dela deu certo… [risos]”

14517352_1741371846114924_7039015256298669819_n.jpg

Influenciado ou não, desde que resolveu mostrar seus desenhos aos outros, Ricardo segue uma linha de desenhos infantis com bastante personalidade: um traço, pintura e finalização bem “imperfeitas” (assim ele chama o seu traço), como se o desenho fosse desenvolvido por uma criança.

“Eu sempre desenhei de tudo! Natureza morta, figura humana, Mangá… Mas sempre tive um cuidado especial quando fazia desenhos infantis. Desenho infantil carrega muita coisa, né? De emoção, eu digo… E confesso que é um trabalho muito difícil de fazer. Eu demorei muito até encontrar o traço certo, o rosto humano dos personagens, a proporção do corpo… Caramba! Não é uma cópia, não é um retratismo… É criação! Esse processo me custou muito tempo e aceitação. Hoje, eu tenho domínio sobre esse traço que é meu, é minha identidade. É incrível quando alguém fala comigo: ‘vi um desenho assim, assim, lá em tal lugar… É seu né?!’ Acredito que essa identificação seja um alento para qualquer artista.”

16426095_1797589960493112_8530764314627118313_n.jpg

Ricardo começou o seu trabalho comercial com as ilustrações pretendendo que as pessoas usassem os desenhos para a decoração de quartos infantis, cartas e postais. Assim, montou uma loja em uma famosa plataforma de vendas na internet. Foi quando uma artesã de Barretos, SP, o conheceu através de buscas e fez contato para a elaboração de uma logomarca.

17425933_1822949341290507_4965814150278076560_n.jpg

“A Julia Magioni tem um papel importantíssimo na mudança de foco do meu trabalho. É uma artesã de absoluto bom gosto e de trabalho muito diferenciado. Quando ela me contratou para o desenvolvimento da logomarca do seu ateliê, comecei a pensar no quanto o meu trabalho estaria além do que eu imaginava para ele. Ela sempre foi tão gentil comigo e sempre me entusiasmou tanto, que eu comecei a pensar nas ilustrações como um empreendimento. Essa é uma outra coisa legal que os desenhos me permitiram: conhecer gente do bem e fazer amigos. Amigos empreendedores, inclusive, que me tiram do conforto e me colocam na luta do mercado… [risos]. Devo bastante a muita gente que conheci nesses últimos 4 anos. ”

33572e32-2dbc-4a4f-8ea1-19af02f7c52f.jpg

Ricardo continuou fazendo ilustrações para decoração e algumas logomarcas. Quanto mais feedbacks positivos recebia, mais confiante ficava. Foi quando resolveu reunir seus desenhos em seu portfólio e contatar empresas. Resultado: Uma badalada empresa de decoração de festas da elite paulistana fez uma primeira encomenda e seu trabalho caía no gosto das decoradoras de festas de todo o país.

5f2ac22a-82e8-4c51-a543-a649a8e081ce.jpg

“Eu não entendia nada de festas e comecei a descobrir muito sobre o trabalho de algumas empresas. Sempre via aquelas festas pomposas, monocromáticas, cheias de bonecos de isopor e enfeites de emborrachado e, talvez por isso, nunca imaginava os meus desenhos “fora do padrão” naqueles lugares. Até que conheci uma gente de trabalho diferenciado e que desenvolve festas “fora da caixa”. Gente que decora mesa com material reutilizado, com elementos do cotidiano… Acho que festa é isso, sabe? Celebração com afeto e sem muita cenografia. […] O melhor de tudo foi quando a maioria dessa gente talentosa de quem eu era fã, começou a virar minha cliente! [risos]”.

922c645a-64db-4a1b-8aa2-7f8942cc7e42.jpg

Apesar de trabalhar em paralelo com a Educação, Ricardo já é muito conceituado como ilustrador e seus traços já são reconhecidos e desejados. Hoje, o seu trabalho já foi bastante profissionalizado e Ricardo já dispõe de ferramentas e plataformas específicas para o desenvolvimento dos desenhos.01c8e3ce-d692-46db-9f65-c37a876ef7ba.jpg

“Meu trabalho está numa fase muito legal, sabe? As pessoas não me procuram somente pela utilidade dos desenhos, mas por quererem exatamente o meu traço ilustrando algo que é importante para elas”, conta feliz com o que já conquistou.

17861975_1826900470895394_2612781334406979434_n.jpg

Ricardo começou 2017 cheio de parcerias e trabalhos de destaque. Neste primeiro semestre, desenvolveu uma coleção – que virou quadros – de tema “Fauna Brasileira” para a conhecida empresa de decoração e mobiliário Ameise Design. Em breve, lançará produtos em parceria com a artista Carla X e com o Blog Studio Camomillas. Além, disso, seus desenhos serão vistos em estamparia de roupas, papéis de parede, canecas, bolsas, capas para celular e virarão até bonecos!

18519701_1845008392417935_6722897724281742611_n.jpg

E já que os desenhos saíram de Saquarema já são do mundo – indo contra toda a modéstia que ele tem sobre o seu trabalho, Ricardo foi convidado para seu primeiro vernissage internacional, que acontecerá no final do ano no Canton de Vaud, Suíça.

“Eu ainda estou sem acreditar. Quando a proposta foi feita, pensei: isso deve ser uma brincadeira! Agora, as ideias estão fluindo e estou muito animado. Sei que pode ser um passo importante para o meu trabalho entrar na Europa. Será que eu dou conta? [risos]”

00219941-5e9d-48b8-94cb-85b6a0cc78f3.jpg

Quando a gente vê seus desenhos, se encanta. Seu traço é realmente diferente e doce. Cria e relê personagens e elementos que consigo ver em diversos lugares, não somente em festas e ambientes. A gente sente que tem alguém realmente inspirado e criativo por trás deles.

Conversei com Ricardo por Whatsapp e, apesar de não o ter conhecido pessoalmente, senti em nossa entrevista que mesmo amando ensinar, sua paixão e talento pelo desenho são inatos!

1451388_1826900567562051_5292558456328277098_n.jpg

Muito legal poder contar sua história aqui no 1000 ideias, Ricardo! É preciso coragem para empreender, principalmente numa área tão diferente de atuação. Fiquei imaginado sua rotina como professor e diretor de Escola Pública e a falta de tempo para os seus desenhos – além de todas as outras dificuldades que enfrenta. Mas é a velha máxima: quando amamos o que fazemos, qualquer tempo é tempo!

19437782_1864722193779888_2297278776999522256_n.jpg

Muitas vezes contei aqui histórias assim: onde a paixão e a coragem de seguir sua essência trazem superação e conquistas maravilhosas!

CONTATOS DO “RICARDO MOURA ILUSTRAÇÕES”

LOJA ONLINE: http://www.ricardomourailustracoes.com
INSTAGRAM: @ricardomourailustracoes
FACEBOOK: http://www.facebook.com/ricardomourailustracoes
WHATSAPP: (22) 98133-5190

Anúncios