Fico muito feliz contando histórias tão diferentes e inspiradoras, todas as semanas. O que me motiva é a possibilidade de conhecer pessoas maravilhosas, entender o que as impulsiona a empreender, ao mesmo tempo que tenho a oportunidade de colocar em prática minha paixão por inspirar pessoas.

A história de hoje é da Carollina Souza, e a maneira pela qual ela começou a pensar em empreender foi bem inusitada: sua certeza que era capaz de fazer um produto melhor do que o que conhecia e por um preço melhor!

20032108_1462632540451224_2879067942534575552_n.jpg

Em 2015 ela trabalhava como assistente de Marketing, no centro do Rio, e no dia dos Namorados resolveu comprar duas pulseiras para usar no jantar com ele, e conta:  “Na Época, gastei R$ 40,00 em duas pulseiras de cristal que comprei no camelô. No jantar eu comentei com ele que tinha achado muito caro e ele perguntou se eu sabia fazer aquelas pulseiras, eu disse que sabia sim e que com certeza gastaria bem menos”.

9a1d528e-8155-4d59-9ff2-c79a6f097c5f.jpg

Na mesma semana, resolveu colocar em prática o que tinha afirmado ao namorado e, na hora de seu almoço do trabalho foi num comércio popular muito conhecido no Rio de Janeiro, a rua da alfândega, e gastou pouco menos de R$ 100,00 com todo material necessário para a produção de 50 pulseiras. Ou seja R$ 2,00 por pulseitra!!!

18342016_1385144071533405_1160521847249925522_n.jpg

Achou que suas pulseiras ficaram lindas e empolgada, resolveu testar com as amigas. Nessa época ela fazia faculdade de marketing e achou que lá seria um excelente lugar para seu “teste de produto”. Resultado: Primeira produção foi toda vendida e voltou a comprar material para mais pulseiras. Fez isso durante um tempo como um plano B, e no início chegava a vender 50 peças ao preço de R$ 10,00 cada, em média, por mês.

20155685_1469216659792812_5508497373750113390_n.jpg

Um dia seu chefe disse que ia fechar a empresa e ela começou a procurar outro emprego. Mesmo vendendo toda sua produção ainda não tinha confiança de que poderia viver das pulseiras e conta: “Logo que comecei a procurar outro emprego eu arrumei um estágio, que eu ganharia bem menos do que ganhava no outro emprego, mas como não podia ficar parada e sem trabalho… aceitei.”

20046390_1461637257217419_8338079111195996142_n.jpg

Com o passar do tempo Carol sentiu que o novo trabalho não era mais o que ela queria e não ia mais acrescentar nada em sua vida. Foi então, neste momento, que tomou uma decisão: “As pulseiras me faziam muito bem, eu fazia o que gostava e era isso que gostaria de fazer o resto da minha vida: criar e produzir pulseiras!”.

20108334_1466886860025792_7516229321829785854_n.jpg

Eu costumo dizer nas minhas consultorias e entrevistas para o 1000 ideias, que o mais difícil é tomar a decisão de empreender, depois dela, as coisas fluem com muito mais facilidade e começam a acontecer. Os resultados são diretamente proporcionais a Paixão que se aplica ao trabalho.

20245420_1465629160151562_1263996340073470751_n.jpg

Neste momento, Carol pediu demissão e abriu a “Mania de Pulseira”. Terminou seu curso. Começou a frequentar feiras de artesanato, criou seu site, anunciou em redes sociais sua empresa. Hoje está realizada e feliz, e completa:  “Hoje não saberia dizer o que seria da minha vida sem a Mania de Pulseira. Muitas pessoas me perguntam se eu trabalho menos do que trabalhava em escritório.  Não, não mesmo. Eu trabalho muito mais… eu respiro a Mania de Pulseira. Mas hoje eu sou muito, muito mais feliz. Não trocaria isso por nada, por nenhum outro trabalho”.

20292843_1474858942561917_4999191947674620825_n.jpg

Carol começou de uma forma diferente. Tinha tudo pra dar em nada, e suas pulseiras poderiam ser apenas mais um hobbie em sua vida, mas continuou e foi em frente. Teve coragem, rompeu com antigos padrões e criou sua empresa.

20429663_1475827129131765_3123091825615134457_n.jpg

Sua agenda esta sempre lotada, faz ponto em feiras de artesanato em todo o estado e hoje vende de 400 a 500 pulseiras /mês. O preço de suas pulseiras pode variar de R$ 10,00 a R$ 45,00 no caso das de couro mais elaboradas. E não é só pras mulheres não. Ela tem uma linha masculina também!

19990060_1461257307255414_3637364999113620715_n.jpg20155798_1465622456818899_3912322242332657612_n.png

Sua loja online está em franco crescimento. A qualidade de seus produtos e a forma como expõe nas feiras que participa também é muito legal!  O sucesso das pulseiras foi tão grande que a própria clientela pedia brincos e colares que combinassem com suas pulseiras que Carol já cria kits completos, e as vendas só aumentam.

18766061_1414541751926970_2455509919674056924_n.jpg

Hoje ela não consegue viver sem sua Mania! As Pulseiras são sua vida e ela enfeita os pulsos de muita gente!  Para o futuro a meta é ter sua loja física em dois anos e uma rede de revendedores espalhando sua marca pelo Brasil todo!

Parabéns Carol por dividir sua história com o 1000 ideias! Tenho certeza que muita gente que esta produzindo bijuterias em casa, se sentirão inspiradas a mostrar seus trabalhos para o mundo. E, quem sabe, daqui a pouco estarei contando aqui suas histórias também!

CONTATOS DA CAROL DA MANIA DE PULSEIRAS

FACEBOOK: https://www.facebook.com/ManiaDePulseiraRJ/

INSTAGRAM: https://www.instagram.com/mania_de_pulseira

SITE: maniadepulseira.com.br

WHATSAPP: (21) 98145-3931